terça-feira, 11 de setembro de 2012

EM SETEMBRO

Quero em setembro, 
O colorido do arco íris,
O germinar do verde  maciço, 
A se espalhar pelos campos afora,
O mormaço das tardes quentes,
Num Barreiro vistoso e florido.
Os brotos nas matas fervilhando,
Crescendo regadas de amor.
Os boêmios pelas noites afora,
Todos bêbados, pelas ruas, perambulando.

Quero em setembro,
Ter asas e voar,
Contemplar as serras e montanhas, 
E do Curral ao Rola Moça, 
Voar pelos Jatobás.
Viver a harmonia da vida,
Que em setembro se põe a aflorar,
Ser em gestos, mineiro contente,
Ter a paz deste meu BH.


"Esta poesia participou do Concurso Nacional de Literatura Prêmio Cidade de Belo Horizonte - 2012 promovido pela Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte".



 









Nenhum comentário:

Postar um comentário